São Miguel III – roteiro pela zona leste

A região nordeste da ilha de São Miguel é a mais remota e de difícil acesso desde a capital, Ponta Delgada. Tradicionalmente, também é a menos visitada pelos turistas. Talvez por isso conserve ainda uma certa rudeza natural que contrasta com a beleza exuberante do seu território. Pela falta de vias de comunicação adequadas de acesso, a região também é conhecida como a décima ilha dos Açores. É uma das mais deslumbrantes regiões de São Miguel e, com certeza, de todo o arquipélago. O roteiro de hoje inicia-se, precisamente, na cidade pitoresca de Nordeste, situada no extremo oriental de São Miguel. De lá até Ribeira Quente, na costa sul da ilha, há muitos parques florestais, povoações e, principalmente, miradouros a explorar. As paisagens e o relevo da zona ao longo do caminho são de cortar a respiração.

Nordeste

Nordeste é uma pequena vila típica açoreana situada no extremo oriental da ilha de São Miguel. Os edifícios mais emblemáticos da povoação são os Paços do Concelho e a Igreja Matriz, situados na praça da República. A igreja é do séc. XV, mas foi sendo alvo de sucessivas obras de restauro nos séculos seguintes. Tal como o edifício dos Paços do Concelho, a fachada foi erguida usando basalto. No interior, destacam-se ainda os seus altares em talha. Não muito longe dali é possível avistar a ponte dos Arcos. Erguida em 1883, a ponte tem ao todo sete arcadas e é uma das maiores existentes em toda a ilha de São Miguel.

Ainda na cidade, poderá espreitar o Museu do Nordeste, cujo espólio recai essencialmente sobre os diversos instrumentos agrícola usados na região e, ainda, outros utensílios usados hoje em dia na matança do porco. O espaço está aberto de 2ª feira a Sábado das 9h às 16:30. Fecha habitualmente para almoço entre as 12:30 e as 13:30.

Praça da República

Farol do Arnel

Ainda no município do Nordeste, é possível ver aquele que foi o primeiro farol instalado nos Açores. O farol do Arnel, que começou a funcionar em 1876, é acessível através de uma pequena estrada cuja elevação é muito inclinada. Convém deixar o carro junto da estrada principal e descer depois até ao farol a pé. É ali que se encontra também o portinho do Nordeste, um porto para a atividade piscatória na zona. Na estrada principal há ainda pequeno miradouro com vistas espectaculares sobre o oceano Atlântico.

Farol do Arnel

Miradouro da Ponta do Sossego

A caminho da cidade de Povoação vai passar por diversos miradouros. O primeiro deles é o da Ponta do Sossego. Pode optar por almoçar aqui fazendo um belo piquenique. O miradouro oferece toda a infra-estrutura necessária para isso, nomeadamente ao nível de churrasqueiras públicas, mesas, cadeiras e casas de banho. Não deixe de caminhar sobre a falésia existente no local, rodeada por belas hortênsias.

Vista desde o Miradouro da Ponta do Sossego

Miradouro da Ponta da Madrugada

O miradouro da Ponta da Madrugada também oferece tudo o que é necessário para um bom piquenique. Aqui vai obter umas das vistas mais incríveis sobre o oceano Atlântico que é possível obter quando visitar esta região de São Miguel.

Miradouro da Ponta da Madrugada

Miradouro do Pico Longo

O miradouro do Pico Longo está situado numa das sete lombas que rodeia a cidade de Povoação. Ao contrário dos dois miradouros anteriores, o do Pico Longo está voltado para o verde interior da ilha e não para o oceano. Talvez por isso seja mais um local por excelência para parar de modo a observar toda a beleza de São Miguel.

Vista desde o miradouro do Pico Longo

Povoação

A pequena cidade de Povoação foi o primeiro povoado de São Miguel. Foi aqui que atracaram os primeiros povoadores da ilha. A cidade é pequena quando comparada com outras em toda a ilha. É aqui que se encontra a primeira igreja construída em São Miguel, a igreja de Nossa Senhora de Mãe de Deus, aberta ao público em 1856.  Um dos destaques da cidade é o Museu do Trigo situado no antigo Engenho, entre a Lomba do Alcaide e a Lomba de Loução.

Ali é possível ver os diversos instrumentos utilizados na ceifa do trigo, bem como uma exposição permanente sobre o cultivo deste cereal na ilha de São Miguel. No seu interior vendem-se igualmente produtos regionais. O espaço museológico está aberto ao público todo o ano. Também no concelho de Povoação está localizado o vale das Furnas, muito conhecidas pela sua atividade vulcânica, caldeiras de água quente e nascentes de águas termais. O vale será tema do roteiro do dia seguinte.

Vila de Povoação
Museu do Trigo

Ribeira Quente

No caminho para Ribeira Quente, uma pequena aldeia de pescadores situada no concelho de Povoação, vai ver cascatas de água férrea e uma vegetação impressionante. Uma vez chegado à aldeia, dirija-se de imediato à praia do Fogo, formada por uma pequena e solitária praia de areia preta. A água do mar nesta parte de São Miguel é ligeiramente mais que quente do que no resto da ilha.

Praia do Fogo, Ribeira Quente
Praia do Fogo, Ribeira Quente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *